Qual é a participação do agronegócio no PIB e nas exportações brasileiras?

Por Equipe FieldView™

Apr 06, 2021

A agropecuária foi responsável, em 2020, por 48% do que o Brasil exportou; a expectativa é que o país tenha protagonismo ainda maior no mercado mundial nos próximos 10 anos

O Brasil é o 3o maior produtor e o 2o maior exportador agrícola do mundo

O Brasil é o 3o maior produtor e o 2o maior exportador agrícola do mundo

 

A agropecuária começou a evoluir significativamente no Brasil entre as décadas de 1960 e 1970, em sintonia com o processo de industrialização e urbanização do país. Nesse período, passou a ser vista como estratégica, atraindo investimentos em pesquisa. 

Com a modernização e profissionalização, o setor deu um salto de importância na economia nacional. Atualmente é responsável por quase um quarto do PIB (Produto Interno Bruto) e praticamente metade das exportações do país.

Confira, nesse artigo, por que o campo é hoje um dos pilares da nossa atividade econômica e nos posiciona como um dos principais players mundiais do agronegócio

 

+ SAIBA MAIS: O agronegócio brasileiro: onde chegamos e o que podemos esperar?

 

Produtos da agricultura brasileira
O agronegócio no Brasil

 

Qual é o PIB do agronegócio brasileiro?

De acordo com cálculos do Cepea (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada), em parceria com a CNA, em 2020 o agronegócio brasileiro alcançou participação de 26,6% no Produto Interno Bruto do Brasil, contra 20,5% em 2019. Já a participação do agro na soma dos bens e serviços do país em 1970 era de 7,5%.

Em valores monetários, o PIB brasileiro totalizou R$ 7,45 trilhões no último ano, sendo que o agronegócio representou quase R$ 2 trilhões. 

Quando se analisa o PIB do agro como um todo, a maior participação é da agricultura: 68%. Já a pecuária é responsável por 32%.

Gráfico - O faturamento do agronegócio brasileiro cresceu significativamente nos últimos 25 anos

O faturamento do agronegócio brasileiro cresceu significativamente nos últimos 25 anos

 

+ SAIBA MAIS: Afinal, o que é agricultura?

 

O agro representa quase metade das exportações do Brasil

Hoje o Brasil é o terceiro maior produtor de alimentos e fibras do mundo, ficando atrás apenas da China e dos EUA.

Porém, o país já é o segundo maior exportador do agronegócio global, o que faz do setor um dos propulsores da economia nacional. Em 2020, as exportações somaram US$ 101 bilhões, segundo maior valor da série histórica, atrás somente do registrado em 2018.

A soja lidera a pauta de exportações do Brasil

A soja lidera a pauta de exportações do Brasil

 

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) informa que o agro foi responsável por quase metade das exportações do país em 2020, com participação recorde de 48% - superávit de US$ 87,76 bilhões.

No último ano, o complexo soja (grão, óleo e farelo) foi o principal produto da pauta de exportações do país, seguido por minério de ferro e petróleo. Já as carnes foram os segundo item mais exportado pelo agro em 2020, com destaque para a carne bovina.

Segundo a Associação Brasileira da Indústria de Alimentos (ABIA), o Brasil exportou comida para mais de 180 países em 2020. 

Confira, a seguir, os produtos do agronegócio que o Brasil mais produz e exporta.

SOJA - Maiores players mundiais (2019/20) 

Maiores produtores 

Maiores exportadores

1

Brasil

1

Brasil

2

Estados Unidos

2

Estados Unidos

3

Argentina

3

Paraguai

Fonte: Usda

 

CARNE BOVINA - Maiores players mundiais (2019/20)

Maiores produtores 

Maiores exportadores

1

Estados Unidos

1

Brasil

2

Brasil

2

Índia

3

União Europeia

3

Austrália

Fonte: Usda

 

CARNE DE FRANGO - Maiores players mundiais (2019/20)

Maiores produtores 

Maiores exportadores

1

Estados Unidos

1

Brasil

2

China

2

Estados Unidos

3

Brasil

3

União Europeia

Fonte: Usda

 

MILHO - Maiores players mundiais (2019/20)

Maiores produtores 

Maiores exportadores

1

Estados Unidos

1

Brasil

2

China

2

Estados Unidos

3

Brasil

3

Argentina

Fonte: Usda

 

CANA-DE-AÇÚCAR - Maiores players mundiais (2020)

Maiores produtores de cana

Maiores exportadores de açúcar 

1

Brasil

1

Brasil

2

Índia

2

Tailândia

3

China

3

Índia

Fonte: Unica

 

CELULOSE E PAPEL - Maiores players mundiais (2020)

Maiores produtores 

Maiores exportadores 

1

Estados Unidos

1

Brasil

2

Brasil

2

Estados Unidos

3

Canadá

3

China

Fonte: IBÁ

 

SUCO DE LARANJA - Maiores players mundiais (2021)

Maiores produtores

Maiores exportadores

1

Brasil

1

Brasil

2

Estados Unidos

2

México

3

México

3

União Europeia

Fonte: Usda

 

CAFÉ - Maiores players mundiais (2019/20)

Maiores produtores 

Maiores exportadores 

1

Brasil

1

Brasil

2

Colômbia

2

Vietnã

3

Índia

3

Colômbia

Fonte: Organização Internacional do Café

 

ALGODÃO - Maiores players mundiais (2019)

Maiores produtores 

Maiores exportadores 

1

Índia

1

Estados Unidos

2

China

2

Brasil

3

Estados Unidos

3

Índia

4

Brasil

   

Fonte: Usda

 

+ ASSISTA AO EP. 23 DO FIELDVIEW™ TV: Diferentes culturas pelo Brasil

 

O Brasil deve se tornar o maior exportador de grãos do planeta nos próximos 5 anos

De acordo com a Embrapa, nos últimos dez anos a participação do Brasil no mercado mundial de alimentos saltou de US$ 20,6 bilhões para US$ 100 bilhões, tendo como destaque carne, soja, milho, algodão e produtos florestais.

“Olhando os dados dos últimos 20 anos (2000 a 2020), a produção brasileira de grãos cresceu 210%, enquanto a mundial aumentou 60%”, afirma o pesquisador Científico da Secretaria de Inteligência e Relações Estratégicas da Embrapa, Elisio Contini.

E as próximas décadas reservam muitas oportunidades ao agronegócio brasileiro. Com uma população mundial crescente, que deve chegar a 8,5 bilhões em 2030, o país tem condições de se manter entre os maiores produtores e exportadores de alimentos e fibras. 

 

Nos próximos cinco anos, o Brasil pode se tornar o maior exportador de grãos do planeta

Nos próximos cinco anos, o Brasil pode se tornar o maior exportador de grãos do planeta

 

A expectativa é que o país se torne, nos próximos cinco anos, o maior exportador de grãos do planeta, superando os Estados Unidos. A informação está em levantamento feito pela Embrapa.

A produção de grãos deve saltar de 270 milhões de t para mais de 318 milhões de t, uma alta de 27% até 2030, de acordo com projeções do Ministério da Agricultura.

Segundo estimativas do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (Usda), no período entre 2029-2030, o Brasil deverá ter participação de destaque em diferentes produtos, como:

  • Soja: 51,98%;
  • Carne de frango: 35,3%;
  • Milho: 23,2%;
  • Algodão: 22,7%;
  • Carne suína: 9,7%. 

+ CONFIRA TAMBÉM: Agricultura sustentável e a digitalização no campo

 

Nova call to action

 

Impulsionar a produtividade para atender a demanda mundial crescente

Mas para ter sucesso nessa jornada, todos os elos da cadeia do agronegócio não podem abrir mão de suas principais características ao longo dos últimos 50 anos: inovação tecnológica e profissionalização. 

Um dos desafios do segmento é atuar em conjunto com todas as tecnologias que já são realidade no campo, como agricultura digital, Big Data, Drones, IoT e Inteligência Artificial, de forma que sejam interligadas e permitam gestão única e central do negócio.

 

A agricultura digital é uma das aliadas tecnológicas do agro brasileiro

A agricultura digital é uma das aliadas tecnológicas do agro brasileiro na busca pelo aumento da produtividade

 

A expectativa dos diferentes players do agro brasileiro é ampliar o processo de modernização do setor, visando impulsionar a produção agrícola na mesma área cultivada, focando sempre na produtividade e na redução de custos

No entanto, de acordo com estudo do Ministério da Agricultura, esse avanço do agribusiness brasileiro exigirá um esforço paralelo de investimentos em infraestrutura, pesquisa, desenvolvimento, e financiamento.

Num setor cada vez mais competitivo, somente assim o agro brasileiro poderá manter o ritmo sustentável de crescimento.

 

Quer ficar por dentro do que a agricultura digital pode fazer por você?

Nova call to action

Compartilhar:
Curtiu nosso conteúdo?