25 mil reais a mais! Como a agricultura digital auxilia no cultivo da safrinha

Por Equipe FieldView™

Jan 06, 2022

Produtor de milho do Mato Grosso usa tecnologia digital para acertar a densidade populacional e a plantabilidade da lavoura

 

 

produtor safrinha milho tablet

Produtor do Mato Grosso alcança retorno de R$25 mil após plantio assertivo da safrinha com dados da agricultura digital

 

+ Sem tempo de ler o texto todo? Confira os principais destaques!

Você já conhece os diversos fatores que ameaçam a produtividade do seu milho safrinha, não é? O clima, as pragas e a baixa fertilidade do solo são problemas que podem atingir diretamente a produtividade. 

É por isso que, ao se estabelecer a safrinha, é necessário planejar todos os manejos que devem ser realizados ao longo do cultivo e considerar, inclusive, o ciclo da cultura que vai antecedê-la.

Protagonista da história deste post, o agricultor Volmir Scheffler sempre teve um grande desafio: lidar com os riscos de produção ligados ao incremento da densidade populacional, em busca de maiores produtividades e rentabilidade, em uma safra de alto risco como a safrinha.

Ao participar de um programa de recomendações agronômicas, o produtor pôde estabelecer o melhor padrão de plantas no plantio de seus talhões com o apoio da agricultura digital. Assim, conseguiu aumentar a produtividade e a rentabilidade da área em ~R$ 25.000,00.

Boa leitura!

 

+++

Agricultor no Mato Grosso, Volmir Scheffler sempre procurou aperfeiçoar o manejo da safrinha de milho visando melhorar a produtividade e a rentabilidade da cultura.

Mas o sucesso exige atenção redobrada. De acordo com a Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), 50% do bom resultado está ligado diretamente a fatores como plantio, híbrido utilizado e plantabilidade.

Para alavancar o desempenho da lavoura, Volmir participou, em 2021, do Programa OBM (Outcome Based Model, em inglês) da Bayer, que parte de dados da lavoura do próprio produtor para fazer recomendações de taxa de insumos, como fungicidas, nematicidas e híbridos, além da indicação de boas práticas. O objetivo: atingir o máximo potencial na hora da colheita.

+ SAIBA MAIS: Milho safrinha: 9 passos para potencializar a produtividade

 

Nova call to action



Agricultura digital otimizou a densidade populacional da lavoura

O Programa OBM é um projeto piloto da Bayer que está testando novos modelos de remuneração e preços, baseados em rentabilidade. 

Caso, após realizado o plantio da recomendação sugerida (dentro de todos os padrões e regras pré-estabelecidos), não se atinja a rentabilidade, a Bayer faz o ressarcimento do investimento extra de sementes para plantar a recomendação. 

Em outros posts já contamos um pouco mais sobre o sucesso deste projeto. Para saber mais sobre OBM, clique aqui!

Ao participar deste programa, Volmir pôde ajustar algumas práticas que vinham sendo o “Calcanhar de Aquiles” de sua produtividade em algumas áreas, como a dificuldade de definir a quantidade ideal de sementes.

Com a plataforma de agricultura digital Climate FieldViewTM, ele buscou resolver o desafio da densidade populacional do talhão, utilizando para isso a funcionalidade "Prescrições de Sementes FieldViewTM".

Esta tecnologia digital baseou-se em diferentes dados, como a produtividade da área em safras anteriores e as características de fertilidade de cada região do talhão. Assim, gerou a taxa de semeadura ideal para o plantio da lavoura para cada parte do talhão. 

 

“Tivemos um aumento de produtividade de 5,2 sacas/ha comparando com a faixa testemunha no mesmo talhão. Nossa meta para o próximo ano é aumentar a área total plantada com taxa variável (...) O lucro superou nossas expectativas e ficamos muito contentes."  

Volmir Scheffler, produtor rural no Mato Grosso

 

No caso do Volmir, a funcionalidade Prescrições de Sementes recomendou uma taxa de 65 a 74 mil sementes/ha, que foram plantadas de acordo com a variabilidade produtiva de cada metro quadrado do talhão. Na realização da semeadura, o agricultor utilizou híbridos Bayer

Além disso, toda operação foi mapeada digitalmente pelo dispositivo FieldView™ Drive, um dispositivo que se encaixa na porta CAN do maquinário, gerando um Mapa de População (Mapa de Plantio), apresentando dados como número de sementes depositadas em cada ponto da lavoura, híbridos que foram plantados e data da semeadura.

  Mapa de Prescrições de Sementes FieldViewTM indica, com diferentes cores, a quantidade ideal de híbridos que deve ser plantada em cada ponto do talhão      O Mapa de Prescrições de Sementes FieldViewTM indica, com diferentes cores, a quantidade ideal de sementes que deve ser plantada em cada ponto do talhão, de acordo com a variabilidade produtiva da área: no mapa acima, as áreas pintadas com verde mais escuro são as que devem receber maior quantidade de sementes durante o plantio (74,8 mil/ha); as regiões do mapa com verde mais claro mostram ao produtor, o sr. Volmir, que a quantidade ideal de híbridos deve ser entre 71,2 e 73 mil

 

Dados da agricultura digital auxiliam na economia de híbridos

Durante todos os momentos da safra, Volmir utilizou a função Diagnóstico FieldViewTM para fazer o monitoramento dos talhões.

Através de imagens de satélite, que indicaram variabilidades no desenvolvimento vegetativo de alguns pontos dos talhões, ele pode verificar a saúde da lavoura e direcionar sua equipe técnica até o local para inspeção.

Quando o momento da colheita chegou, Volmir contou novamente com o auxílio do FieldView™ Drive, permitindo-o acompanhar, em tempo real, a operação, mostrando, por exemplo, a umidade de grãos e velocidade do equipamento, permitindo fazer ajustes, se necessário.

Além disso, ainda pode visualizar o patamar de produção obtido em cada metro quadrado da lavoura, gerando Mapas de Produtividade dos diferentes talhões.

+ SAIBA MAIS: Quatro dicas para evitar perdas na colheita do milho safrinha

 

Mapa de Produtividade gerado pelo FieldView™

Mapa de Produtividade gerado pelo FieldView™

 

Ao final da colheita, Volmir pôde comparar o Mapa de Produtividade com o Mapa de População, gerado pela ferramenta de Prescrições de Sementes.

Por correlacionar os dois mapas, pôde perceber a influência da densidade populacional de sementes sobre o resultado final da produtividade.

 

   Mapa de População gerado pelo FieldView™ Drive                       Mapa de População gerado pelo FieldView™ Drive - as áreas em verde indicaram onde foi plantada uma quantidade maior de sementes.

 

Incremento de R$ 25 mil ou de 5,2 sacas/ha de produtividade

O momento de analisar os resultados chegou! No Mapa de População, através da legenda, é possível analisar a quantidade exata de sementes usadas em cada parte do talhão. 

Volmir constatou, com dados, que tomou uma decisão assertiva. Nas áreas em que a recomendação de sementes sugerida pela Bayer foi utilizada (73.000 sementes), o produtor obteve uma produtividade de 153,6 sacas/ha. Já na área padrão da fazenda, o patamar de produtividade foi de 148,4 sacas/ha.

Ou seja, o talhão que participou do Projeto OBM teve um acréscimo de 5,2 sacas/ha! Este aumento de produtividade proporcionou uma receita adicional de R$ 29.322,57

Para atingir este aumento na produção da safrinha, Volmir seguiu as prescrições Bayer, que lhe demandaram investimento extra de R$ 4.245,57. 

E valeu a pena! No talhão que participou do programa, o produtor obteve, ao final da safra, um retorno sobre o investimento de R$ 25.077,00

 

Produtor examina a folha de uma planta de milho na lavoura

Produtor examina a folha de uma planta de milho na lavoura: com este procedimento, é possível confirmar que uma área sofre com deficiência nutricional

 

Os riscos do cultivo do milho safrinha

Cultivar a safrinha impõe riscos ao produtor, principalmente relacionados à perda de produtividade por conta das condições adversas, uma vez que, geralmente, é cultivada entre o fim do verão e o início do inverno.

O fato de ser cultivado em condições climáticas desfavoráveis propicia não apenas aumentar o risco de a cultura sofrer com déficit hídrico, como também pode enfrentar problemas como infestação de pragas e doenças.

Além disso, a densidade populacional e a distribuição das plantas no campo (plantabilidade) são fundamentais para uma boa safrinha, além boas práticas agrícolas, como uma adubação eficiente.

Por isso, um dos grandes desafios do produtor que faz o plantio do milho safrinha é o planejamento agronômico

Esta planificação da safra deve ser iniciada já no plantio da cultura que antecede o milho (normalmente a soja), a qual deve ser colhida o quanto antes, permitindo que o plantio da safrinha seja antecipado.

Você gostou de saber mais sobre o programa de OBM da Bayer e como o produtor pode produzir mais, otimizando recursos? Então não perca a chance de transformar o seu campo com tecnologias digitais, como FieldViewTM.  

 

+ Acompanhe mais sobre este assunto nos artigos:

 

Quer ficar por dentro do que a agricultura digital pode fazer por você?

Nova call to action

Compartilhar:
Curtiu nosso conteúdo?