Por que compatibilizar máquinas agrícolas com plataformas de agricultura digital?

Por Equipe FieldView™

Jul 05, 2021

Ao tornar compatíveis seus equipamentos, produtor pode gerar dados de maneira simplificada em todas as operações e utilizá-los para otimizar a gestão da lavoura

Fieldview4Algumas máquinas não estão 100% aptas a utilizar as ferramentas digitais, precisando ser compatibilizadas para que isso ocorra

 

Não é mais possível pensar na agricultura moderna sem o uso de máquinas e implementos agrícolas cada vez mais tecnológicos e dotados do que há de mais atual em digitalização embarcada, permitindo que dados agronômicos sejam gerados durante as operações.

Esses equipamentos são aliados do agricultor no dia a dia do campo à medida em que se conectam a plataformas de agricultura digital, possibilitando:

  • Melhor performance nas operações;
  • Melhor gestão da lavoura;
  • Maior eficiência operacional.

Esses dados são gerados pelos maquinários no dia a dia da fazenda, em operações como plantio, pulverização e colheita. Porém, isso não é possível se os equipamentos não forem compatíveis com as ferramentas digitais utilizadas pelo produtor. 

É que algumas máquinas disponíveis no mercado não estão 100% aptas a utilizar plenamente essas funcionalidades, devendo ser devidamente preparadas para que isso ocorra.

Confira, neste post, o que é a compatibilização das máquinas com as plataformas digitais e o que FieldViewTM está fazendo para permitir que um número maior de produtores possa utilizar dos benefícios da agricultura 4.0.

 

O uso da agricultura digital permite maior visibilidade e eficiência das operações

 

O que é compatibilidade de máquinas agrícolas com a agricultura digital?

Ao saírem do fabricante, as máquinas agrícolas estão cada vez mais modernas. Mas, apesar disso, nem sempre são compatíveis com plataformas de agricultura digital. Desafio que é maior ainda quando os equipamentos são mais antigos e analógicos. 

Mas isso não é motivo de preocupação. Existem no mercado empresas especializadas em compatibilização de máquinas agrícolas com plataformas digitais, possibilitando a captação dos dados operacionais durante toda a safra.

 

Sem a compatibilização da máquina, o produtor não pode utilizar plenamente as ferramentas digitais

 

Executivo comercial de uma empresa da área, a Fortron Agriculture, Renato dos Santos destaca que, com esse processo de compatibilização, é possível tornar os dados gerados nas operações visíveis para operadores e gestores e disponíveis em um único local. 

“Sem compatibilizar a máquina, o produtor não pode usar plenamente as ferramentas digitais”, diz Santos. A empresa para a qual trabalha, a Fortron, é uma das parceiras responsáveis pela compatibilização de máquinas com a Climate FieldViewTM, a plataforma de agricultura digital da Bayer.  

“Mas, a partir do momento que a máquina é compatibilizada, passa a operar conectada a uma plataforma, possibilitando ao produtor explorar ao máximo as suas funcionalidades digitais”, explica.

“Desta forma, ele pode fazer um gerenciamento ainda melhor da lavoura e das operações por meio dos resultados colhidos no dia a dia do campo, seja para tomar decisões durante a própria safra, ou para usar esses dados no futuro”, acrescenta.

 

+ CONFIRA: Afinal de contas, o que é a Agricultura Digital e Agricultura 4.0?

 

Quais são os desafios para se compatibilizar uma máquina com a agricultura digital?

Com o processo de digitalização da fazenda, os produtores têm interesse cada vez maior em ter à disposição equipamentos que permitam gerar dados. Eles sabem que, assim, têm acesso a informações com facilidade para tomar as melhores decisões na gestão da safra.

Segundo Guilherme Belardo,  líder de desenvolvimento de negócios da Climate FieldViewTM, atualmente quase todas as máquinas agrícolas do mercado podem ser compatibilizadas. 

E o investimento financeiro para isso não é alto, principalmente considerando o benefício que se tem com a compatibilização, como a possibilidade de se gerar mapas no plantio, na pulverização e na colheita da safra.

No entanto, Santos diz que há um entrave para se fazer a compatibilização. “Existem equipamentos com restrições mecânicas para esse procedimento, não sendo possível instalar sensores ou algum dispositivo que gere dados durante as operações.”

 

Como transformar a máquina agrícola de analógica para digital?

No momento de adquirir a sua máquina, o agricultor tem que se perguntar: O que estou comprando é compatível com as plataformas de agricultura digital existentes no mercado? Algumas delas, por mais que sejam novas, saem da fábrica sem compatibilidade.

Se é necessário prepará-la, um procedimento é essencial: instalar sensores e monitores para a coleta de dados durante as operações. 

No entanto, o primeiro passo, segundo Santos, é uma análise da máquina e do equipamento a ser compatibilizado. Caso necessário, a empresa especializada pode ir até a fazenda do cliente para dar o diagnóstico. 

 

  • Compatibilização de plantadeiras

Quando se trata do equipamento de plantio, um monitor usado para acompanhar e controlar as operações é instalado. Mas se a plantadeira já tiver um monitor, é possível compatibilizá-lo diretamente com a plataforma, segundo Santos. 

Primeiramente, é feita uma análise. Caso o sistema de monitoramento de plantio instalado na máquina possua os dados compatíveis e o trator esteja dotado de um sistema de piloto original, a Fortron, por exemplo, realiza essa compatibilização apenas com a instalação de um cabo (chicote) para captação dos dados do GPS.

Mas se o piloto automático original da marca não estiver disponível, é necessária a instalação de uma antena GPS Can ou de um monitor específico para plantio, sem a necessidade do cabo.

Ao executar a compatibilização, a Fortron primeiro procura reaproveitar o que já está disponível na máquina. 

“Podemos montar o equipamento completo na plantadeira, com painel e todos os sensores, de acordo com as linhas da plantadeira, ou reaproveitando os sensores instalados, se estes estiverem dentro do padrão de leitura necessário”, explica Santos.

 

  • Compatibilização de pulverizadores

Segundo Santos, a compatibilização de pulverizadores é feita de acordo com o modelo do equipamento. “Em alguns, podemos adicionar o nosso painel com um módulo que faz a leitura dos dados de pulverização, que são o corte de seção e a leitura de vazão.”

Os dados gerados são encaminhados para o painel, que os organiza de acordo com os requisitos da Climate FieldViewTM.

Depois de organizados, os dados de pulverização são transmitidos para o dispositivo FieldViewTM Drive e para o app FieldView™ Cab, instalado no iPad, permitindo que o produtor possa visualizar as informações e mapas gerados.

 

  • Compatibilização de colheitadeiras

Primeiramente, é necessário analisar se a máquina já possui sensores originais de fábrica, que captam dados de colheita, como umidade dos grãos e produtividade. 

“Se os sensores estiverem gerando os dados da colheita, apenas acoplamos uma Antena GPS Can para compatibilizar a máquina com o FieldViewTM, permitindo gerar os mapas da operação e salvar os dados na nuvem da plataforma”, explica o executivo comercial da Fortron. 

 

Considerando os beneficios, é viável compatibilizar as máquinas agrícolas com as ferramentas digitais

 

+ CONFIRA TAMBÉM: Como a integração de plataformas digitais potencializa a produtividade no campo?

 

O maquinário precisa ser compatível para se utilizar o dispositivo FieldViewTM Drive

Uma das plataformas de agricultura digital que têm contribuído para o processo de digitalização das máquinas agrícolas no Brasil é a Climate FieldViewTM.

Essa adequação é fundamental para que os clientes possam mapear suas operações agrícolas com o dispositivo FieldView™ Drive, que está disponível no Plano Plus da plataforma. 

Se a máquina não é compatível, esse dispositivo não pode fazer a “leitura” dos dados durante cada operação.

Ao adequar o seu equipamento, o produtor pode gerar mapas de plantio, pulverização, colheita, distribuição de sólidos, que são os principais mapas gerados em operações no campo. E todos podem ser visualizados onde e quando quiser pelos aplicativos da plataforma no FieldViewTM

“E essa é uma grande vantagem da plataforma: outros fabricantes não conseguem gerar todos esses mapas e normalmente só conseguem gerar das máquinas deles mesmos”, sublinha Guilherme Belardo.

Contudo, é importante fazer uma observação: não é necessário ter todas as operações compatíveis para ser cliente FieldView™. A plataforma pode beneficiar o produtor mesmo com a geração de mapas incompletos (quando somente parte do maquinário é compatível).

 

 

Compatibilização de máquinas com plataformas digitais em citros, cana, café e hortifruti

No Brasil, a maior frota de máquinas compatíveis à aghttps://support.climate.com/?country=BR&lang=ptricultura digital está no setor de grãos. Mas a Climate FieldViewTM tem investido para levar soluções digitais também para outros segmentos agrícolas.

“Temos trabalhado para viabilizar a utilização do nosso dispositivo FieldViewTM Drive em outros setores do agro, ao estimular e facilitar a compatibilização dos equipamentos”, afirma Belardo.

Para exemplificar, Santos menciona um projeto recente que sua empresa realizou em parceria com a Climate no setor de citros. “Nesse segmento, os pulverizadores, geralmente, não têm nada de eletrônico, o que dificulta a compatibilização com ferramentas digitais.”

Para esse caso, foi desenvolvido um kit de compatibilização, composto por um painel específico para pulverizadores, um módulo de leitura e um sensor de fluxo, que permite acompanhar a vazão da aplicação do defensivo no laranjal.

Solução que também pode ser adaptada, por exemplo, para lavouras de cana-de-açúcar, maçã, café etc.

 

Kit Fortron para citrosKit para citricultura reúne monitor de pulverização e leitura de fluxo de aplicação

 

FieldViewTM: uma das plataformas digitais com maior número de máquinas compatíveis no Brasil

Hoje o FieldViewTM é compatível com as principais marcas de máquinas agrícolas do mercado, como Stara, Massey, Valtra, John Deere, New Holland e Case IH, o que possibilita a junção de mapas gerados por máquinas de diferentes fabricantes no mesmo talhão e em diferentes operações.

Além disso, para ampliar essa posição no mercado, a Climate FieldViewTM tem procurado desenvolver novas parcerias de compatibilidade, possibilitando que um número cada vez maior de produtores rurais possam ter acesso às funcionalidades da agricultura digital. 

 

FieldViewTM Drive: se a máquina não é compatível, o dispositivo não lê os dados da operação

 

Graças a esse trabalho, hoje é uma das plataformas de agricultura digital com maior número de máquinas e equipamentos agrícolas compatíveis no país. “Essa capilaridade é muito fruto das parcerias que firmamos.”

São fabricantes de monitores e controladores aptos a tornar a maior parte dos conjuntos agrícolas disponíveis hoje no campo compatíveis com FieldView™.

Se algum produtor rural tiver interesse em tornar compatíveis suas máquinas e equipamentos com a agricultura digital, Belardo convida para entrar em contato com o time da Climate FieldViewTM. “Estamos de portas abertas para atendê-lo.”

 

+ ACESSE PARA TIRAR DÚVIDAS: Seu maquinário é compatível com FieldView™? 

 

Quer ficar por dentro do que a agricultura digital pode fazer por você?

Compartilhar:
conheça o climate fieldview
Curtiu nosso conteúdo?