Entenda como a agricultura digital pode alavancar um plantio de soja com qualidade

Por Equipe FieldView™

Oct 13, 2020

Na corrida pela produtividade, a agricultura digital pode apoiar o sojicultor a tomar as decisões mais assertivas desde o momento de estabelecimento da lavoura. Com essa aliada, a formação de um stand inicial de excelência está a poucos passos do sucesso

Obter um stand inicial de qualidade é grande desafio do produtor de soja

Obter um stand inicial de qualidade é grande desafio do produtor de soja

Um piloto de corrida pode comprometer toda a sua prova se não der o seu máximo no momento da largada. O mesmo vale para o estabelecimento de qualquer cultura agrícola, como a soja. Se o produtor quer alta produtividade na reta final da safra, precisa caprichar desde o plantio da lavoura. Assegurar um stand inicial de qualidade é determinante para o bom rendimento da lavoura. 

Para a lavoura atingir alta rentabilidade, todo o ciclo da soja precisa ser manejado com excelência, mas não por acaso o plantio merece uma atenção especial. Na visão de Roberto Favaretto, agrônomo da Área de Desenvolvimento de Mercado da Bayer, o momento de estabelecimento da cultura é o mais importante. 

“É no plantio que coloco no solo o adubo e a semente. Ou seja, pego todo o potencial genético da cultivar, coloco na área e, daí em diante, só protejo esse potencial até a colheita. Praticamente não aumento mais este potencial depois que a cultura foi implantada”, enfatiza.

Para que o plantio de soja seja bem-sucedido, resultando em uma safra produtiva e rentável, um conjunto de boas práticas deve ser adotado. Mas, com as inovações da agricultura moderna, o estabelecimento da lavoura não é mais como antes. 

As ferramentas da agricultura digital permitem ao agricultor tomar as decisões mais assertivas e executar essas boas práticas com precisão. Descubra como!

 

Como a agricultura digital pode ser aliada do produtor durante o plantio?

Assim como décimos de segundos fazem muita diferença para um piloto de F1, o sojicultor passou a observar que pequenas diferenças na tecnologia de plantio podem afetar significativamente a produtividade. Por isso, buscou na agricultura digital o suporte que precisa para fazer um plantio mais correto, estabelecendo um stand inicial de qualidade. Digno de quem pretende ser campeão de produtividade. 

Na agricultura moderna, diferentes plataformas apoiam o produtor no estabelecimento da lavoura. Segundo Favaretto, utilizando-se da funcionalidade Prescrições Manuais de Sementes e Fertilizantes, disponível no Plano Plus da plataforma Climate FieldView™, o sojicultor consegue fazer um plantio “sob medida” nos vários ambientes de produção encontrados no mesmo talhão. 

“Com esta funcionalidade, consigo fazer prescrições de acordo com as cultivares que estão sendo plantadas. Posso prescrever que, em um ambiente de alta produtividade, por exemplo, vou trabalhar com nove sementes por metro linear. Já quando a semeadora chega num ambiente de baixa, posso trabalhar com onze sementes.” 

A agricultura digital também permite monitorar, em tempo real, como está ficando o plantio. “Possibilita saber se a velocidade da semeadora está adequada. Também gera um mapa de plantio, que mostra eventuais falhas, se tem linha sem depositar semente etc.”, relata Favaretto. “Tudo isso permite que o produtor tome decisões imediatamente”, acrescenta. 

Quer entender melhor como a agricultura digital pode ajudar a vida do produtor de soja durante o estabelecimento da lavoura? 

Confira a seguir um caso de sucesso no qual o sojicultor utiliza as funcionalidades de Climate FieldView™ para corrigir falhas durante o plantio, assegurando um stand inicial com muito potencial.

SAIBA MAIS: Entenda como a agricultura digital pode potencializar seu plantio de soja?

 

Como o produtor pode corrigir eventuais falhas no plantio usando a agricultura digital?

O produtor de soja pode estar perdendo a oportunidade de não corrigir eventuais falhas que ocorrem durante o plantio da cultura. Mas a agricultura digital permite acompanhar a qualidade, a eficiência da operação e a performance dos equipamentos, bem como avaliar a capacitação dos operadores.

Para destacar esses benefícios, vale contar o caso de sucesso de um cliente da Climate FieldView™, que teve o apoio desta plataforma durante a operação de plantio de soja. 

Por meio do mapeamento do plantio, realizado com o dispositivo FieldView™ Drive, o produtor teve condições de verificar onde houve uma taxa de semeadura inferior à planejada no plantio, o que foi sinalizado no mapa de plantio por meio das linhas vermelhas.

A partir dessa funcionalidade, foi possível constatar o problema do equipamento: o vácuo de saída de sementes estava entupido e, por isso, a deposição na linha estava falhando. Após a intervenção do produtor e do ajuste da população de plantas, o plantio na propriedade seguiu sem maiores problemas.

Mapa mostra a diferença causada no estande por uma falha no vácuo do equipamento e a população obtida após a manutenção

Mapa de população de plantas que mostra a diferença causada no estande por causa de uma falha no vácuo do equipamento (linhas amarelas), e a população obtida após a manutenção (linhas verdes)

 

E o mapa acima, gerado em tempo real, apresenta com clareza como esse produtor pôde tomar uma decisão assertiva a partir do suporte oferecido pela agricultura digital. 

Ao mapear a população de plantas durante uma operação de plantio, a imagem – que mostra quantas sementes a semeadora colocou no solo por hectare – permitiu ao cliente, no final do 1º dia de plantio, verificar que o desenho do talhão, em fase de plantação, estava ficando “tracejado”. Imediatamente, ele ativou o sinal de alerta!

O agricultor foi até o equipamento, no dia seguinte, para constatar o que havia ocorrido. Averiguou que, quando o plantio foi iniciado naquela região da fazenda, o operador não tinha percebido que um dos carrinhos da semeadora estava com o vácuo furado. Dessa forma, teve a oportunidade de fazer a correção na semeadora, dando prosseguimento à operação sem problemas. Na imagem, a execução perfeita do plantio pode ser observada na parte superior – na parte do talhão que se apresenta totalmente verde. 

No caso apresentado, sem o apoio da agricultura 4.0 à operação de plantio, o produtor teria contabilizado um prejuízo muito maior. Pior: o problema talvez só fosse detectado depois de a soja emergir!

 

A agricultura digital traz benefícios para o bolso do produtor

Ao calcular os ganhos obtidos por essa correção realizada pelo agricultor, com base apenas nas linhas que apresentaram falhas, calcula-se um ganho de cerca de 3 sacas/ha. E o benefício da aplicação da agricultura digital fica mais explícito ao colocar o valor dessas sacas na ponta do lápis.

Com a utilização da plataforma para a identificação da falha operacional no plantio, houve uma economia de R$ 165,00/ha, considerando o valor médio da saca a R$ 55,00. Projetando esse ganho para a área total do talhão (71 hectares), isto representaria R$ 11.715,00 que deixaram de ser desperdiçados pela falha do equipamento. É o benefício da agricultura digital sentido diretamente no bolso do produtor.

Apesar de ser uma ferramenta cada vez mais imprescindível no momento do plantio, a agricultura digital é um suporte ao produtor na adoção de práticas agronômicas. 

Por isso, não perca o nosso próximo post, no qual o agrônomo Roberto Favaretto apresenta ao produtor algumas dicas de boas práticas no momento da formação do stand inicial da lavoura de soja.

 

Sabe o que é o FieldView™?

O FieldView™ é uma plataforma de agricultura digital que auxilia o produtor a coletar e visualizar informações sobre seus talhões, para que a tomada de decisão seja precisa, minimizando prejuízos. Curtiu o nosso conteúdo? Deixe seu comentário abaixo, pois a sua opinião é muito importante para nós. E você, que utiliza o FieldView™, compartilhe a sua experiência. Para mais dicas, siga as nossas redes sociais (@climatefieldviewbr).

VEJA TAMBÉM: Agricultura 4.0

 

Compartilhar:
conheça o climate fieldview