Entenda as diferenças entre a agricultura tradicional e moderna

Por Equipe FieldView™

Nov 09, 2021

Conheça as características desses dois modelos de produção agrícola, e descubra algumas inovações que têm revolucionado a atividade agrícola ao longo da história

 

Ao observar a lavoura de milho, produtor consulta o tablet para acessar dados sobre o talhão

Ao observar a lavoura de milho, produtor consulta o tablet para acessar dados sobre o talhão: cenário que se tornou rotina na agricultura moderna 

 

+ Sem tempo de ler o texto todo? Confira os principais destaques!

A agricultura surgiu há cerca de 12 mil anos. O seu desenvolvimento foi fundamental para a evolução da Humanidade. No entanto, o surgimento de novas tecnologias na produção agrícola foi lento. 

Por isso, ao longo de milhares de anos, predominou no mundo uma agricultura tradicional, baseada no uso de ferramentas simples, como enxadas, machados e arados puxados por animais, e marcada pela baixa produtividade e rentabilidade. 

A partir da Revolução Industrial, isso começou a mudar. Mas o maior salto veio no Século XX, com a chegada no campo de grandes inovações, como tratores, defensivos agrícolas e novos fertilizantes. Ganhava forma a agricultura moderna, caracterizada pelo uso intenso da tecnologia, na busca pelo aumento da produção.

Este foi apenas o início de uma revolução sem precedentes. A chegada de novas tecnologias no campo ganhou força nos últimos 100 anos, atingindo avanços inimagináveis. Com o surgimento da agricultura 4.0, a digitalização de dados das operações, a internet das coisas (IoT), os veículos inteligentes e a inteligência artificial tornam-se realidade. 

Mas as práticas antigas de cultivo ainda continuam. Hoje, a agricultura tradicional e moderna são dois modelos de produção que fazem parte da rotina da atividade agrícola no país. 

Porém, o campo possui outros diferentes tipos de agricultura, como intensiva, extensiva, orgânica, patronal e familiar. O grande desafio para todas elas é o desenvolvimento de um sistema cada vez mais sustentável de produção de alimentos e fibras. 

Boa leitura!

 

+++

Preparar o solo, semear, monitorar a lavoura, proteger a cultura de pragas e daninhas, colher e comercializar. Ao longo da safra, de modo geral, a jornada do produtor rural da agricultura tradicional e moderna tem semelhanças. 

Nesses dois modelos de produção agrícola, o destino final é um só: a produção de alimentos. No entanto, para atingir este objetivo, utilizam técnicas e tecnologias distintas.

Mas você sabe quais são as características desses dois modelos de cultivo? Será que existem muitas diferenças entre a produção agrícola de hoje e a do passado? Aliás, você conhece os tipos de agricultura que existem atualmente?

Antes de descobrir as respostas para essas perguntas, vamos começar com o básico: a diferença entre esses dois sistemas de cultivo.

 

+ LEIA: Afinal, o que é agricultura?

 

Qual é a diferença entre agricultura moderna e agricultura tradicional?

A principal diferença entre agricultura tradicional e moderna está nos tipos de ferramentas utilizadas no campo. Enquanto o modelo tradicional utiliza métodos praticamente artesanais de gestão e manejo da cultura, o modelo moderno absorveu as tecnologias que surgiram ao longo do tempo.

Mas dizer que é só isso seria muito simplista. A verdade é que as diferenças entre as técnicas e tecnologias utilizadas pelos dois sistemas também resultaram (e resultam) em produtos bem diferentes. Confira as diferenças e características de cada um!

 

+ LEIA TAMBÉM: Entenda como a tecnologia 4.0 na lavoura potencializa o resultado no campo

 

Como é praticada a agricultura tradicional?

Na agricultura tradicional a produtividade tende a ser menor, já que, muitas vezes, se restringe a utilizar apenas práticas de produção que foram transmitidas ao longo do tempo, sem grande abertura para o uso de manejos modernos e tecnologias.

Dessa forma, esses produtores, independente do tamanho da área, deixam de aumentar a produtividade e a rentabilidade da atividade agrícola. Esse modelo é utilizado praticamente para a subsistência das famílias.

 

    Características da agricultura tradicional

  • É baseada no conhecimento e nas tradições da comunidade;
  • Uso intensivo de ferramentas de baixa tecnologia, como machado e enxada;
  • Utiliza animais, como bois e cavalos, para puxar o arado na preparação do solo; 
  • Nem sempre os produtores conhecem manejos atuais que possam minimizar eventuais impactos da atividade sobre o meio ambiente;
  • Não existe produção excedente.

 

Na agricultura tradicional, o produtor utiliza, muitas vezes, o arado puxado por animais para preparar o soloNa agricultura tradicional, o produtor utiliza, muitas vezes, o arado puxado por animais para preparar o solo

 

O que é a agricultura moderna?

Diferentemente do modelo tradicional, a agricultura moderna utiliza diferentes tecnologias para aumentar a produtividade e melhorar a gestão da propriedade. 

Para isso, esse tipo de agricultura recorre a vários recursos, tais como GPS e automatização do maquinário, softwares de gestão, defensivos agrícolas, biotecnologia, entre outros recursos.

Em função dessas características, esse modelo agrícola é mais complexo e estruturado do que a agricultura tradicional. Como consequência, exige investimentos e mão de obra especializada.

Mas não é só isso! Um estudo publicado na revista científica Research for Rural Development  listou as características que podem descrever a agricultura moderna. Você pode ver, a seguir, algumas delas.

 

+ SAIBA MAIS: Agricultura moderna: descubra as vantagens da mecanização agrícola que reduz prejuízos

 

      Características da Agricultura Moderna

  • Utiliza máquinas e equipamentos agrícolas, assim como tecnologia e estrutura modernas;
  • Introduz diferentes inovações;
  • Tem lavouras com elevada produtividade; 
  • Busca aprimorar continuamente suas práticas para elevar a produção, aumentando a disponibilidade de alimentos para a sociedade e a rentabilidade da fazenda;
  • Utiliza práticas agrícolas e manejos avançados, muitas vezes desenvolvidos por órgãos de pesquisa;
  • Em sua grande maioria, é constituída por profissionais que estão sempre em busca de aprendizado e desenvolvimento de habilidades, participando de eventos e se mantendo antenados às inovações; 
  • Atende diferentes nichos e mercados;
  • É responsável por uma produção de alta qualidade e elevado valor agregado;
  • Agricultores são rápidos para agir e estão dispostos a investir em novos manejos, ferramentas tecnológicas e insumos; 
  • Gera muitos empregos localmente e ativa uma cadeia de fornecedores;
  • Tem visão de longo prazo.

Nova call to action

 

O que diferencia a agricultura de hoje em relação à do passado?

A origem da agricultura tradicional se confunde com o início das civilizações. De acordo com os pesquisadores, a atividade agrícola surgiu há, aproximadamente, 12 mil anos, quando o ser humano começou a desenvolver técnicas de cultivo.

Desde então, a forma de cultivar o solo para produzir alimentos e fibras mudou muito, em função do processo de evolução tecnológica que o setor conheceu, embora muitos produtores ainda utilizem práticas antigas no dia a dia do campo.  

 

Produtores usam enxadas para preparar o canteiro para o cultivoProdutores usam enxadas para preparar o canteiro para o cultivo: na agricultura tradicional, ferramentas e manejos antigos fazem parte do dia a dia da propriedade

 

Agricultura tradicional - No passado, o surgimento de ferramentas, como enxadas, lâminas, lanças e machados, e a seleção de sementes de plantas que poderiam ser cultivadas, teve grande impacto para a subsistência das pessoas e das comunidades.

Com o tempo, surgiram técnicas de irrigação e fertilização do solo. Também percebeu-se que era possível preparar uma área de cultivo maior usando um arado puxado a cavalos ou bois. Este período da produção agrícola ficou conhecido como Agricultura 1.0.

Esta fase, marcada por poucos avanços, teve a predominância da agricultura tradicional e durou milênios. Afinal, não existiam muitas tecnologias e o intercâmbio dos novos saberes que surgiam não era fácil.

Em função de várias questões sociais, econômicas e financeiras, esse modelo convencional de cultivo da terra permanece até hoje, em maior ou menor grau, de acordo com a região do planeta. 

 

Para acompanhar o desenvolvimento do milharal, produtor consulta os dados no notebookPara acompanhar o desenvolvimento do milharal, produtor consulta os dados no notebook: a agricultura moderna utiliza inúmeras ferramentas tecnológicas para melhorar o resultado da lavoura 

 

Agricultura moderna - A trajetória da agricultura mundial teve grandes avanços com a Revolução Industrial, no Século XIX, mas deu um salto mesmo no início do Século XX, quando surgiram os primeiros tratores, permitindo ao produtor mecanizar vários manejos no campo. Além do uso de veículos para transportar os alimentos produzidos até o mercado consumidor.

Também surgiram os defensivos, produtos desenvolvidos para apoiar no controle de pragas, daninhas e doenças. Outro impulso para a produtividade do campo foram os conhecimentos de fertilidade do solo e de técnicas para torná-lo mais produtivo. Nascia a Agricultura 2.0.

Entre os anos de 1980 e 1990, o nível tecnológico no campo subiu mais um degrau, com a chegada do GPS, permitindo detectar e manejar variações dentro de um mesmo espaço produtivo (agricultura de precisão), e do conceito de sustentabilidade. Importantes características da Agricultura 3.0.

 

+ CONFIRA: Afinal de contas, o que é a Agricultura Digital e Agricultura 4.0?

 

Agricultura digital - Após este longo processo de evolução das tecnologias no campo, o Século XXI marcou a chegada de um novo período na história da produção agrícola mundial, conhecida como Agricultura 4.0

Também chamada de agricultura digital, essa fase da agricultura moderna tem como marco histórico o ano de 2010 e possui alto uso de tecnologia e inovação, possibilitando ao produtor tomar decisões mais assertivas na gestão da lavoura a partir de dados gerados no dia a dia da fazenda.

Mas tenha cuidado para não confundir esses conceitos com outros termos!

 

+ CONFIRA TAMBÉM: Por que o sequestro de carbono pode ser bom negócio para a agricultura brasileira?

 

Montes de esterco são espalhados no talhão, para depois serem revolvidos no solo no momento de preparo para o plantioMontes de esterco são espalhados no talhão, para depois serem revolvidos no solo no momento de preparo para o plantio

 

Desafios da agricultura tradicional e moderna em relação à sustentabilidade ambiental

De acordo com as projeções das Organizações das Nações Unidas (ONU), até 2050 a população mundial deve alcançar quase 10 bilhões de pessoas. Por isso, haverá o aumento da demanda por alimentos e o crescimento da pressão sobre os recursos naturais.

Para completar, ainda existe uma grande preocupação com as variações climáticas, incêndios, seca ou excesso de chuva, entre outros problemas ambientais.

Diante disso, todo o setor agrícola terá que se preparar e se adaptar a esse novo mundo. E as mudanças devem começar agora.

 

+ FIQUE POR DENTRO: Sustentabilidade na lavoura como um dos pilares da agricultura moderna

 

No caso da agricultura moderna, estratégias de sustentabilidade ligadas ao agronegócio já são uma realidade. Contudo, ainda precisam ser adotadas por mais agricultores. Até mesmo a agricultura tradicional terá que se adaptar.

Tipos de cultivo baseados em manejos mais sustentáveis, incluindo técnicas e conceitos de agroecologia, agricultura orgânica e biodinâmica, por exemplo, devem ser expandidos.

Além disso, será necessária uma ampla campanha educativa por todo o país. Dessa forma, será mais fácil instruir, conscientizar e ajudar o produtor a fazer essa transição e desenvolver uma produção mais sustentável.

Lembrando que não importa o tipo de agricultura adotada ou o tamanho da sua propriedade, todos terão que se adaptar a esse mundo mais sustentável.

Você está preparado? 

 

+ ACOMPANHE MAIS SOBRE ESTE ASSUNTO NOS ARTIGOS:

 

Quer ficar por dentro do que a agricultura digital pode fazer por você?

Nova call to action

Compartilhar:
Curtiu nosso conteúdo?