Gestão por metro quadrado é o futuro da agricultura moderna

Por Equipe FieldView™ em 18/07/2022 21:18:00

Este tema foi discutido na aula de abertura da 3ª Semana Digital FieldViewTM

 

Palestrantes Semana Digital

Palestrantes da Semana Digital FieldViewTM

 

Na noite do dia 11/7, o futuro do agro brasileiro e a agricultura digital estiveram em evidência. Dois temas que, cada vez mais, se conectam.

Estas questões foram destaque na Aula que abriu a Semana Digital FieldViewTM, promovida pela Universidade FieldView™ Experience e que contou com centenas de inscritos. Mais de 1.500 pessoas assistiram à transmissão da aula pela internet, sendo que mais de 750 estiveram conectadas simultaneamente.

Com o tema “Gestão por m2: decisões que farão diferença na safra 22/23”, a aula foi ministrada por profissionais que são referência no agro brasileiro e na agricultura digital do país. Também contou com a participação de dois agricultores que apresentaram seus conhecimentos sobre as ferramentas digitais.

Estamos aqui pra recapitular algumas informações e ensinamentos valiosos que foram compartilhados durante a aula. A seguir, é possível assistir novamente a aula ou conferir alguns destaques que separamos para você!

 

Crescer a produção em cada metro quadrado da fazenda

As perspectivas para o agronegócio brasileiro na próxima safra e nos próximos anos foram a tônica da primeira palestra do evento, com o professor Marcos Fava Neves. Docente na USP e na FGV, ele é especializado em planejamento e gestão estratégica.

Na aula, ele lembrou que o Brasil é o maior fornecedor de alimentos do planeta. Mas tem condições de aproveitar ainda mais essa sua aptidão. Afinal, o mercado mundial está em ebulição e a demanda por alimentos tende a ser cada vez maior.

Isso vale para grãos, carnes, biocombustíveis. Mas como aproveitar esse momento de oportunidades?

 

“Para aproveitar esse momento, a gestão por metro quadrado na fazenda é cada vez mais fundamental. Antes de me preocupar em aumentar a área, preciso crescer a minha produção em cada metro quadrado da área que já tenho.”

 

Segundo Fava Neves, o Brasil já é referência mundial em uso de tecnologias digitais no campo.

 

“Cada vez mais, o agricultor brasileiro sabe que não pode perder nenhum detalhe no processo produtivo de sua propriedade. E a agricultura digital pode contribuir nesse desafio, o que permitirá que o produtor obtenha margens cada vez maiores, ainda mais que a tecnologia no campo está ficando cada vez mais acessível.”

 

+ Assista abaixo a palestra do Prof. Marcos Fava Neves na Semana Digital:

HubSpot Video

 

Gestão por metro quadrado exige melhor gestão de processos, de dados e de pessoas

 O público que acompanhou a aula também pôde ouvir o engenheiro agrônomo Paulo Cesar Ferreira. Ele é diretor técnico da Geração Agro e um dos grandes especialistas em agricultura digital do país.

Segundo ele, se o agricultor preocupa-se com a gestão por metro quadrado da propriedade, não há dúvidas: “o aumento da produtividade da fazenda vem com força”.

 

“O produtor que trabalhar melhor os dados, vai colher mais. E essa onda de sensores, monitoramento, melhor gerenciamento da lavoura está só no começo.”

 

Nova call to action

 

De acordo com Ferreira, para se falar sobre gestão de metro quadrado da lavoura, é crucial conectar esse tema com outras questões, como gestão de processos, gestão de dados e gestão de pessoas.

 

“Um aspecto depende do outro. Somente evoluindo com essa preocupação que é possível fazer da fazenda uma grande indústria a céu aberto.”

 

Para ele, com esse olhar amplo sobre a gestão é possível atingir resultados cada vez melhores na fazenda. “Lembrando que um ponto chave é o desenvolvimento de pessoas, que devem estar preparadas para analisar e gerir os dados que são gerados na lavoura.”

 

+ Confira abaixo a palestra de Paulo Cesar Ferreira na Semana Digital:

HubSpot Video

 

Para produzir mais e melhor, é preciso sair da zona de conforto

Na Aula que abriu a Semana Digital, ocorreu ainda um bate-papo com a participação de agricultores que já são exímios usuários da agricultura digital. Na mediação, esteve o engenheiro agrônomo João Paulo Ourique, gerente técnico do FieldView no Rio Grande do Sul.

Segundo Ourique, ajustar a gestão por metro quadrado da fazenda, olhando com cuidado para cada ambiente de produção da lavoura, permite ao produtor tomar decisões mais assertivas, garantindo a melhor rentabilidade do negócio.

 

“Gestão por metro quadrado não é só adotar equipamento modernos. É aplicar os melhores conhecimentos que se tem em cada metro quadrado da fazenda.”

 

Segundo ele, para se obter os melhores resultados na safra, é importante pensar diferente.

 

“É preciso sair da zona de conforto para aproveitar da melhor maneira o que o digital tem para oferecer e verificar como essa tecnologia pode ajudar na propriedade, nos diferentes momentos da cultura.”

 

A Semana Digital contou com a presença de dois agricultores:

Carla Sanches Rossato, administradora da Agropecuária Rossato & Filhas, situada no Paraná, e Vencedora do Prêmio Mulheres do Agro 2019;

Eduardo De Bortoli, engenheiro agrônomo e responsável pelo gerenciamento dos campos da Sementes Aurora (RS).

 

Taxa variável: ferramenta importante para a otimização de insumos

 Na Aula, Carla Rossato destacou o uso da taxa variável na correção do solo da fazenda.

 

“Com o uso desta tecnologia, conseguimos aproveitar melhor o potencial produtivo de cada metro quadrado. Consigo aproveitar melhor o material genético, as operações realizadas, e otimizar os insumos que são aplicados.”

 

Essa possibilidade, segundo ela, ganha importância ainda maior com o aumento dos custos com fertilizantes e sementes.

 

Legado para as futuras gerações

Já Eduardo De Bortoli destacou o quanto o uso de FieldView tem permitido ampliar a realização de testes na propriedade, a fim de melhorar os manejos nas safras seguintes.

 

“FieldViewTM nos possibilita identificar e mensurar os resultados de cada teste que realizamos, com facilidade e agilidade. Assim, conseguimos fazer diferentes tipos de análises, como, por exemplo, quais são os melhores fertilizantes, quais alternativas de insumos que temos, os melhores híbridos, a densidade ideal de semeadura.”

 

Segundo ele, a agricultura digital vai continuar auxiliando nos próximos anos a melhorar cada vez mais os resultados da fazenda e a deixar um legado para a próxima geração.

 

“Cada vez mais, as tecnologias digitais vão me ajudar a perpetuar o negócio e deixar um solo mais vivo e fértil para a agricultura que será realizada pelo meu filho.”

 

+ ASSISTA AQUI A AULA COMPLETA: “Gestão por m2: decisões que farão diferença na safra 22/23”

+ SAIBA MAIS SOBRE FIELDVIEWTM: Entre em contato conosco!

 

Quer ficar por dentro do que a agricultura digital pode fazer por você

Nova call to action

Compartilhar:
Curtiu nosso conteúdo?
Deixe seu comentário abaixo.

SOMOS HISTÓRIAS DE
SUCESSO

Confira casos reais de lavoura que estão conquistando resultados extraordinários contadas por quem entende melhor do que ninguém: você.
Ver todas