Passo a passo de como fazer controle financeiro na fazenda

Por Equipe FieldView™

May 10, 2022

Aperfeiçoar a gestão das finanças da propriedade é essencial para trazer maior solidez ao negócio, permitindo melhor controle de despesas e receitas e decisões mais assertivas

Produtor deve semear a lavoura com excelência, mas sem deixar de cultivar bem as finanças do negócio 

Produtor deve semear a lavoura com excelência, mas sem deixar de cultivar bem as finanças do negócio 

 

+ Sem tempo de ler o texto todo? Confira os principais destaques!

O controle financeiro na fazenda permite que o agricultor tenha uma visão mais profunda do seu negócio.

Afinal, ele tem acesso a informações que facilitam a análise, gestão e planejamento de todas as despesas, receitas e investimentos da propriedade, assegurando a “saúde financeira” do negócio.

Porém, para se beneficiar de um gerenciamento eficiente, o produtor precisa seguir 8 passos essenciais para o controle financeiro da fazenda.

O registro de todas as entradas e saídas e o uso de tecnologia são algumas das dicas fundamentais para se ter sucesso na gestão das finanças da propriedade.

Boa leitura!

+++

 

Investir tempo e recursos no controle financeiro na fazenda é fundamental para melhorar os resultados da propriedade e trazer solidez para a gestão do negócio.

O produtor rural pode não ser expert nessa área, mas precisa buscar conhecimento e se atualizar. Caso contrário, pode perder parte da rentabilidade que suou tanto para obter.

Independente da atividade em que se atua, ninguém pode melhorar os resultados da lavoura e aumentar os lucros sem fazer um controle eficiente das contas. Mas como o agricultor pode fazer isso?

Para aperfeiçoar o gerenciamento financeiro da fazenda, o produtor precisa entender os fatores que influenciam nessa gestão. Outra dica é seguir 8 passos essenciais para fazer um controle financeiro eficiente.

Entenda abaixo!

+ LEIA: 6 passos para o planejamento da safra e como a agricultura digital pode contribuir

 

O que é controle financeiro na fazenda?

O controle financeiro é o conjunto de atividades que permitem a análise, a gestão agrícola e o planejamento de todas as despesas e receitas do empreendimento.

No caso da fazenda, esse controle começa na compra de insumos para a lavoura, e vai até a venda da produção, incluindo todas as entradas e saídas do caixa.

Sem essas informações, dificilmente o agricultor conseguirá implementar estratégias para melhorar a sua produtividade em curto e longo prazo.

Além disso, sem o apoio de uma gestão financeira eficiente, ele terá dificuldades em corrigir erros e cortar despesas desnecessárias.

E essas são apenas algumas das vantagens de investir no controle financeiro da fazenda.

Produtor usa prancheta e lápis para fazer anotações sobre a lavoura de milho

Produtor usa prancheta e lápis para fazer anotações sobre a lavoura de milho: momento de conferir se o desenvolvimento da safra está dentro do que foi planejado

 

Por que é importante fazer o controle financeiro na fazenda?

O controle financeiro permite que o produtor tenha acesso a vários benefícios, como:

  • Análise das entradas e saídas do caixa da fazenda com facilidade;
  • Identificação de erros e falhas operacionais que podem ser corrigidas, e de despesas que devem ser cortadas;
  • Pagamento de dívidas dentro do prazo, o que evita arcar com multa e juros e melhora o relacionamento com parceiros e fornecedores;
  • Elaboração de um planejamento otimizado, voltado para a melhora dos resultados;
  • Tomada de decisões mais assertivas em relação a investimentos e financiamentos, que podem ser feitos para melhorar a rentabilidade do negócio.

 

+ CONFIRA: Gestão rural: 3 pilares fundamentais para o sucesso na lavoura

 

Como fazer o controle financeiro da fazenda?

Para manter um bom controle financeiro e obter todas as vantagens citadas acima, o agricultor deve seguir 8 passos essenciais. Confira!

 

1. Registre todas as informações

O primeiro passo para ter uma boa gestão financeira da fazenda é investir no registro de todas as receitas e despesas geradas na propriedade.

O ideal é registrar todas as operações, desde estimativas até volume de produção. Também é importante detalhar as despesas, tais como compra de maquinário, terras arrendadas, aplicações financeiras, entre outras.

Lembre-se que o registro detalhado de todas essas informações é fundamental para as demais fases do controle financeiro.

Administrador da fazenda utiliza o computador para fazer o planejamento da safra

Administrador da fazenda utiliza o computador para fazer o planejamento da safra

 

2. Faça o planejamento

Um bom gestor também deve ser capaz de criar um planejamento financeiro eficiente para a fazenda. Para isso, é necessário consultar os registros citados e fazer estimativas de gastos e receitas para a próxima safra.

A estimativa de gastos está relacionada aos investimentos necessários para a manutenção da propriedade, o que inclui folha de pagamento de funcionários, assistência técnica, compra de insumos, combustível etc.

Também é preciso ter uma estimativa da receita a ser gerada na safra. Ou seja, é importante definir as expectativas e metas financeiras a serem alcançadas com a venda de grãos ou qualquer outro item produzido na fazenda.

Nessa etapa de planejamento também entram decisões relacionadas a novos investimentos, financiamentos e reformas na propriedade. 

Vale lembrar que o ideal é que o total de receitas e despesas estimadas sejam compatíveis.

Para isso, o planejamento deve ser realizado de forma que o lucro obtido com a venda de produtos na safra seja maior do que o valor demandado para a produção e os investimentos realizados.

 

+ OUÇA O NOSSO PODCAST SOBRE PLANEJAMENTO AGRÍCOLA

 

3. Mantenha o fluxo de caixa organizado

O fluxo de caixa é considerado um instrumento básico do controle financeiro. Essa ferramenta é utilizada para acompanhar as entradas e saídas de dinheiro dentro de um determinado período de tempo.

O acompanhamento pode ser diário, quinzenal, mensal ou sempre que for realizada uma movimentação financeira nas contas da fazenda.

Para isso, devem ser feitos cálculos simples através da soma de receitas (entradas) e subtração de despesas (saídas).

Assim, o produtor tem acesso ao valor total disponível nas contas da fazenda. Com essa informação, ele pode tomar decisões assertivas e definir estratégias que assegurem a “saúde” do negócio e melhorem a produção.. 

 

Ao longo do mês, é importante fazer um check de cada despesa paga na fazenda, evitando arcar com multa e juros

Ao longo do mês, é importante fazer um check de cada despesa paga na fazenda, evitando arcar com multa e juros

 

4. Pague as contas em dia

Atrasar o pagamento das contas da fazenda gera juros, que aumentam o valor das despesas da propriedade.

Além disso, não cumprir as responsabilidades fiscais pode deixar o agricultor com nome negativado, dificultando o acesso a empréstimos, financiamentos e crédito junto aos bancos.

O ideal é definir um dia do mês ou da semana no qual as contas serão pagas. Colocar essa data no calendário, bem como registrar todas as despesas que devem ser pagas, facilita o pagamento das dívidas em dia.

Pagar compromissos na data correta também fortalece o relacionamento entre agricultor e fornecedores, facilitando obter descontos, entre outros benefícios.

 

+ CONFIRA TAMBÉM: Software de gestão agrícola: diminua os riscos e aumente a produtividade

 

5. Separe as despesas da fazenda das despesas pessoais

Misturar as contas pessoais e da empresa é um dos principais erros cometidos por quem não tem controle financeiro do negócio, podendo causar grandes prejuízos financeiros

Afinal, os donos do empreendimento retiram dinheiro do caixa da empresa para pagar despesas pessoais. Isso prejudica o planejamento da fazenda, já que não se trata de um investimento em favor do negócio.

Para evitar isso, o agricultor precisa separar os gastos e rendimentos da pessoa física (produtor) da jurídica (fazenda), podendo definir um pró-labore (espécie de salário para o dono da fazenda).

O agricultor também deve manter sua conta no banco separada da conta da fazenda.

Com essas atitudes é possível ter maior controle financeiro sobre a sua propriedade e ainda resistir à tentação de utilizar dinheiro destinado a outras despesas ou investimentos do negócio.

Produtora acompanha com o auxílio do computador o resultado das operações realizadas no campoProdutora acompanha com o auxílio do computador o resultado das operações realizadas no campo: para aumentar a produtividade e ser competitivo, é importante fazer investimento na fazenda, mas com os “pés no chão”

 

 

6. Controle seus investimentos

Não basta registrar as despesas da fazenda. Para aumentar a produtividade e a rentabilidade da produção agrícola, o produtor precisa investir em recursos e projetos que sejam benéficos para a propriedade.

Em geral, esses investimentos são aplicados em atividades com resultados permanentes, com reflexo na produção agrícola. 

Por outro lado, ao não realizar investimentos necessários, o produtor pode comprometer a produtividade e a competitividade do negócio.

Nesse contexto, é fundamental que o agricultor liste os recursos que precisam de investimento e registre o valor e o local onde esse dinheiro será investido. Esses registros precisam constar do planejamento financeiro.

O investimento não pode ser confundido com financiamento. Os investimentos dependem de recursos do produtor e o financiamento é feito com recursos de terceiros, como linhas de crédito bancário, que é o caso do Crédito Rural.

Antes de tomar qualquer decisão de investimento ou financiamento, é importante ter um bom planejamento da produção, avaliando se essa decisão vai gerar resultados que compensem a dívida.

 

Planta nasce no meio das moedas colocadas sobre o solo

Uma boa safra também é resultado de uma gestão financeira bem gerida

 

7. Corte as despesas desnecessárias

Melhorar o gerenciamento financeiro da fazenda também significa cortar gastos desnecessários.

Por isso, após analisar o fluxo de caixa e o planejamento da propriedade, é importante que o agricultor confira a existência de alguma falha que esteja provocando despesas que podem ser descartadas.

Esse tipo de falha pode ser identificado quando o maquinário não está sendo tão eficiente no campo, por exemplo. Ou quando uma variedade não é tão produtiva quanto outras que surgiram no mercado.

Para isso, é importante comparar os dados financeiros com os Mapas de Produtividade da fazenda, além de correlacionar com outros mapas, como de Plantio e de Pulverização.

Nova call to action

 

Essa comparação, que pode ser feita com o apoio da agricultura digital, ajuda a identificar, por exemplo, onde os investimentos para se atingir boa produtividade já não mais compensam. 

Isso pode indicar a necessidade de outras estratégias, como mudar o manejo.

Também é fundamental acompanhar as tendências do mercado agrícola. O produtor pode constatar a viabilidade de plantar parte da lavoura com outra cultura. 

Além disso, é crucial procurar bons fornecedores de insumos, que forneçam produtos de qualidade por um preço mais acessível.Caso contrário, de nada adianta atingir bons patamares de produtividade se a conta não fecha.

Produtor consulta o celular no meio da lavoura de cana-de-açúcarProdutor consulta o celular no meio da lavoura de cana-de-açúcar: a agricultura digital pode contribuir com o controle financeiro da propriedade

 

8. Use a tecnologia a seu favor

O uso de tecnologia no campo não é mais uma novidade. Apesar disso, muitos agricultores ainda utilizam métodos considerados ultrapassados para o gerenciamento financeiro da fazenda.

Isso é um problema porque, hoje em dia, uma fazenda tem uma contabilidade tão complexa quanto uma empresa da cidade. 

O ideal é que a parte financeira seja tratada com a mesma seriedade que se dedica para cuidar bem da lavoura. 

Por isso, os agricultores estão cada vez mais interessados em acompanhar a saúde financeira da fazenda com softwares de gestão financeira.

Esse tipo de programa centraliza o controle financeiro, simplifica os processos e ainda faz cálculos com precisão, evitando erros e retrabalhos.

 

+ ASSISTA NO FIELDVIEW TV: Fique por dentro da integração FieldViewTM e Aegro

 

Um exemplo é a plataforma de agricultura digital Climate FieldviewTM, da Bayer, que tem parceria com o app de gestão financeira Aegro.

Em função dessa parceria, seus usuários conseguem integrar os dados operacionais e os dados financeiros, facilitando o gerenciamento da propriedade.

Seja qual for o método de gestão financeira utilizado, o importante é que esse controle seja feito e acompanhado de perto.

 

+ Acompanhe mais sobre este assunto nos artigos:

 

 + Quer ficar por dentro do que a agricultura digital pode fazer por você?

Nova call to action

Compartilhar:
Curtiu nosso conteúdo?